Durante o Global Agribusiness Forum, o ministro das Relações Exteriores afirmou que o campo tem evitado crise nessa área

 

O ministro das Relações Exteriores, José Serra, afirmou durante o Global Agribusiness Forum nesta segunda, dia 4, que o agronegócio brasileiro “tem sustentado o balanço de pagamentos, evitando crise nessa área”. Para ele, esse setor, que hoje responde por 20% do Produto Interno Bruto (PIB) e 40% das exportações do país, “ainda tem grande potencial na medida em que melhoramos a infraestrutura”.

“O Brasil tem capacidade tecnológica, inclusive na agricultura familiar”, disse o ministro. Para ele, o comércio exterior tem de focar, entre suas prioridades, nos financiamentos. Para o chanceler, “não há dilema entre exportar manufaturados ou produtos agrícolas e minerais”, comparando os embarques de aeronaves e de soja em grão.

Em meio a essa nova orientação do Itamaraty, Serra voltou a afirmar que a pasta está reestruturando a Apex, de modo a extrair mais rendimentos. “Daremos ênfase à negociação com diferentes áreas do mundo, não focaremos em uma parte.” Segundo ele, a África é um exemplo de potencial comprador de produtos nacionais, inclusive de itens agrícolas. Já o Irã “está voltando ao mercado e abre perspectiva grande para as exportações brasileiras.

O ministro também destacou a importância da China para o comércio internacional do Brasil. “Criamos área dentro do ministério e da Apex específica para trabalhar com a China. Estamos interessados particularmente em investimentos chineses em infraestrutura”, concluiu.

Karina Pignataro/Canal Rural

Fonte: Canal Rural

Compartilhe!