O Índice Ceagesp, que mede o comportamento dos preços de uma cesta de 150 produtos e serve de referência sobre as oscilações agrícolas no atacado de São Paulo, encerrou junho com variação negativa de 2,87%. Foi a terceira retração mensal consecutiva, numa tendência bastante influenciada pelo enfraquecimento da demanda por frutas, verduras e legumes em função da queda das temperaturas.

Em junho, o grupo formado pelas frutas registrou queda de 7,51%, em média, mas os legumes subiram 4,1% e as verduras aumentaram 16,25%. “As chuvas ininterruptas registradas no fim de maio e início de junho, com posteriores geadas e temperaturas extremamente baixas, prejudicaram diversas culturas, notadamente verduras e legumes mais sensíveis. Nota-se que este é um período com retração acentuada no consumo destes setores, portanto, eram esperadas fortes reduções de preços, que acabaram não acontecendo”, diz, em comunicado, a Ceagesp.

Por conta de problemas climáticos que afetam a oferta desde o ano passado, o indicador, apesar do recuo de junho, acumulou valorização de 8,75% no primeiro semestre, ao passo que no período de 12 meses encerrado em junho a alta chegou a 23,13%.

Por Fernando Lopes | De São Paulo

Fonte : Valor

Compartilhe!