Ministro apresenta potencial agrícola do Brasil e reforça políticas sustentáveis do setor

Ampliar fotoMaggi reúne adidos agrícolas de 40 países

Maggi com representantes agrícolas baseados no Brasil

Pela primeira vez, representantes agrícolas de 40 países com embaixadas no Brasil foram recebidos em reunião conjunta no Ministério da Agricultura (Mapa). O ministro Blairo Maggi se reuniu nesta quinta-feira, 30, com integrantes do Grupo de Diplomatas da Agricultura no Brasil para expor sobre a relação do país com os mercados internacionais.

Maggi ressaltou que poucos países têm produtos tão sustentáveis como o Brasil. Ele citou o Código Florestal brasileiro, a proteção ao meio ambiente e às reservas indígenas como exemplo do rigor com que o país trata a questão. O ministro lembrou que a agricultura utiliza 9% das terras, a pecuária outros 21% e que 13% são reservados para os territórios indígenas. “Cerca de 60% do nosso território está como a natureza criou.”

Mercados – “Desejamos ser o maior país agrícola do mundo e temos gente, conhecimento e terras para isso. Só seremos relevantes se tivermos mercado para vender, mas também precisamos de muitos produtos que vocês fornecem”, afirmou o ministro. Maggi ainda enfatizou que o Mapa está investindo na eficiência administrativa para agilizar mais o andamento dos processos.

A coordenadora do grupo, Maria José Herrera, agregada agrícola da Embaixada do Chile, disse a Blairo Maggi que os representantes agrícolas se reúnem mensalmente e agradeceu pelo ministro tê-los recebido pela primeira vez. “Encontros assim são a melhor forma de trocarmos informações e contribuir para melhorar o relacionamento de nossos países com o Brasil.” Ao final da reunião, ficou acertado que a próxima reunião será realizada novamente nas dependências do Mapa.

Também participaram do encontro os secretários de Relações Internacionais do Agronegócio do Mapa, Odilson Ribeiro da Silva; de Política Agrícola, Neri Geller; e de Defesa Agropecuária, Luis Rangel.

Fonte: Mapa

Compartilhe!