Preço pago ao produtor está 46% mais alto na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo o Irga

 

A pouca oferta de arroz no Brasil está levando os preços pagos pela saca do grão à patamares recordes. Em algumas regiões do Rio Grande do Sul, a saca de 50 kg já atingiu R$ 55, valor histórico no estado. Durante entrevista para a segunda edição do Mercado & Companhia desta quarta feira, dia 29, o diretor comercial do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), Tiago Barata, disse que o preço médio pago ao produtor no dia 28 de junho subiu 46% em relação ao mesmo período de 2015.

Barata também disse que a alta nos preços está estimulando o produtor rural a voltar a produzir arroz na próxima safra. Segundo ele, com o aumento dos custos de produção, a área plantada neste ano caiu bastante na comparação com os anos anteriores. A tendência é de recuperação na produção de arroz, que deve voltar aos patamares normais do estado.

Ele finaliza dizendo que a entrada de arroz do Paraguai e Uruguai deve aumentar e isso descarta a possibilidade de desabastecimento no país. Com a diminuição da competitividade, os níveis de exportação devem ficar abaixo dos níveis de importação.

Pixabay/Divulgação

Larissa Pansani

Fonte:Canal Rural

Compartilhe!