Campo Grande / Mato Grosso do Sul (29/06/2016) – A notícia da saída do Reino Unido do bloco da União Europeia repercutiu no mundo inteiro e em Mato Grosso do Sul não foi diferente.  A informação traz reflexo ao setor produtivo e acende um sinal amarelo, mas a projeção é de que o encolhimento da UE facilite as negociações internacionais. O assunto foi destaque do MS TV 2ª edição, jornal da TV Morena, filiada da Rede Globo, na  última semana.

Para a gestora do Departamento de Economia do Sistema FAMASUL – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Adriana Mascarenhas, o fator pode ser positivo para o Brasil, considerando que aumenta o poder de negociação direta entre os dois países.”Negociar com países independentes é mais fácil do que comercializar com o bloco inteiro, como no caso da União Europeia”.

De acordo com as informações da instituição, de janeiro a maio deste ano, o Reino Unido respondeu pior 0,14% das importações do Mato Grosso do Sul, sendo que os principais produtos negociados goram do setor florestal. “As vendas são principalmente de papel, somando uma receita de US$ 5,3 milhões”.

Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul – FAMASUL

Fonte : FAMASUL

Compartilhe!