Segundo relato, o atual momento político do país esvaziou a cerimônia, convocada pela ministra da Agricultura, Kátia Abreu, para a próxima quarta-feira

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Anúncio de Plano Safra agora é positivo para programação da safra pelos produtores
Documento mostrado por secretários sugere fim da Agricultura e do MDA
Plano Safra 2016/2017 deve chegar a R$ 200 bilhões
O secretário de Agricultura de Minas Gerais, João Cruz Reis Filho, afirmou nesta segunda-feira, dia 2, em entrevista a jornalistas, que, por ora, “nenhum secretário (de Agricultura de outros estados) confirmou presença” na divulgação do Plano Safra 2016/2017, marcado para quarta-feira, dia 4, em Brasília. “Esse lançamento está esvaziado pelo próprio momento político do país”, comentou.

Na semana passada, depois de uma longa reunião com a presidente Dilma Rousseff, a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, conseguiu a determinação para que o plano saia do papel. O plano deve ser maior que os R$ 187 bilhões do último ciclo e pode chegar a cerca de R$ 205 bilhões em financiamentos para o setor produtivo rural.

Reis Filho participou de reunião do Conselho Nacional dos Secretários de Agricultura (Conseagri), encerrada nesta segunda na 82ª Expozebu, em Uberaba (MG). Para ele, o Plano Safra “precisa de uma discussão ampla para ter maturidade” e momento oportuno de lançamento.

Roberto Stuckert Filho/Blog do Planalto

Fonte: Canal Rural

Compartilhe!