Após ‘morar’ no aeroporto, ex-menino de rua do DF é aprovado no STF e MP
– 1 hora atrás
O advogado Ismael Batista disse que teve um “estalo” aos 8 anos, que o fez fugir da casa em que vivia, em Samambaia, no Distrito Federal, para viver no Aeroporto Juscelino Kubitschek. Por quase um ano, ele dormiu no bagageiro do terminal e conviveu com os funcionários como se fossem da própria família. Uma dessas pessoas foi a atendente de uma …

Compartilhe!