Mais de 3 mil visitantes de fora do país já passaram pelo evento.
Feira é realizada na cidade da Região Noroeste do estado.

Mais de 3 mil visitantes estrangeiros já passaram pela Feira Nacional da Soja (Fenasoja), emSanta Rosa, no Noroeste do Rio Grande do Sul, como mostra reportagem do RBS Notícias(veja no vídeo). O número é 30% maior na comparação com a edição passada. E o aumento no interesse vem de um país que tem forte tradição agropecuária: a Argentina.

“Chegamos à conclusão de que temos que melhorar em alguns aspectos que vimos aqui e realmente estão certos. Somente saindo e vendo coisas diferentes, quando se abre a cabeça… E isso nos ajuda ao que levaremos para as nossas cidades. A nossa cidade se enriquece com o que vamos contribuir lá”, afirma o empresário José Maria Fontani, que percebeu no estande das relações internacionais a oportunidade de vender implementos agrícolas e também comprar produtos brasileiros.

A Fenasoja teve início na última sexta (29), e prossegue até o próximo domingo (8). A expectativa é que mais de 7 mil visitantes estrangeiros passem pelo evento. “Temos a produção de 65% de todas as colheitadeiras do Brasil e temos muita tecnologia, potencial pra mostrar o que às vezes não tem lá”, explica o presidente da Comissão de Relações Internacionais da Fenasoja, Daniel Zimermann Führ.

E o cenário para negociação está mesmo favorável. “Hoje está muito bom porque o câmbio, o dólar está alto. Mas não é só esse o principal fator. Acho que toda empresa, independente do cenário, ela deveria se preocupar com o mercado externo, porque justamente quando o mercado reduz suas expectativas de vendas internas é que tem que buscar outros mercados alternativos”, analisa o coordenador de competitividade APEX Brasil, Tiago Terra.

Maior safra da história
O Rio Grande do Sul deve registrar a maior safra de soja da história em 2016. É o que projeta um levantamento realizado pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado (Emater). Devem ser colhidas 16,34 toneladas do grão.

saiba mais

Os dados foram divulgados na abertura da 21ª Fenasoja. O levantamento foi realizado em 328 municípios gaúchos, que correspondem a 80% da área cultivada no Rio Grande do Sul.

“Este número, se confirmado, colocará a atual safra de soja como a maior até hoje obtida no estado, superando inclusive a do ano passado, quando foram obtidas 15,7 milhões de toneladas, segundo o IBGE”, salientou o presidente da Emater, Clair Kuhn.

Na ocasião, o presidente da Emater também abordou as safras de outras culturas, como milho e arroz, que devem apresentar redução em relação a 2015.

Segundo Kuhn, o decréscimo já era esperado, principalmente em relação ao milho, por opção dos agriculturos pela soja devido aos custos de produção e ao valor do produto.

Um dos atrativos para os agricultores é o preço pago pela soja, que gira em torno de R$ 68 a saca. No ano passado, a agropecuária foi o único setor que registrou crescimento na economia do estado, sendo que a maior parte da produção gaúcha é exportada.

Atualmente, a agropecuária corresponde a 9% do Produto Interno Bruto (PIB) gaúcho, mas esse número pode ser ainda maior, pois o setor está ligado à indústria e aos serviços.

Do G1 RS

Fonte : Globo

Compartilhe!