Produtor agora foca na entressafra,a partir de dezembro, quando o combustível se valoriza no mercado interno

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Etanol apresenta maior valorização semanal do ano
Preço do etanol cai em 13 estados e no DF, sobe em 11 e fica estável em 2
A disparada do dólar ante o real neste mês, para perto de R$ 4, deve ter pouco impacto nas exportações de etanol até o fim do ano, disse Martinho Ono, CEO da trading SCA. Segundo ele, produtores já aproveitaram a janela de embarques nos meses de julho, agosto e início de setembro e agora focam na entressafra de cana-de-açúcar, a partir de dezembro, quando o biocombustível sazonalmente se valoriza no mercado interno.

“O produtor enxerga mais a entressafra”, disse ele, nos bastidores da 15ª Conferência Internacional Datagro sobre Açúcar e Etanol, em São Paulo.

Ainda segundo Ono, as chuvas nos primeiros dias deste mês prejudicaram a colheita de cana, impulsionaram os preços do etanol e “neutralizaram o efeito do câmbio”.

O executivo afirmou que entre 300 milhões e 400 milhões de litros a mais foram exportados de julho até agora. Com isso, as exportações brasileiras de etanol devem fechar 2015 em torno de 1,5 bilhão de litros, acrescentou.

Fonte : Canal Rural

Compartilhe!