Expectativa é que dados sobre plantio divulgados pelo Departamento de Agricultura dos EUA nesta terça mantenham resultados divulgados no fim março

VÍDEOS RELACIONADOS
Produtor de grãos deve segurar vendas
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Perda de soja na Argentina pode chegar a 10 milhões de toneladas
Preços futuros da soja estimulam venda antecipada
Expectativa de segunda safra menor do milho dá suporte e indicador supera R$ 50 a saca
O relatório de oferta e demanda que será divulgado nesta terça-feira, dia 9, pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), vai trazer novas estimativas para a safra de grãos da temporada 2016/2017. Segundo a analista de mercado Daniele Siqueira, os dados que serão publicados ainda devem refletir os resultados do último relatório de plantio de área, divulgados em 31 de março. Dessa forma, o relatório não deve provocar impactos no mercado.

O novo relatório com as informações sobre área plantada será divulgado em junho. Segundo a analista, vai oferecer uma base melhor para as projeções da próxima safra.

O relatório desta terça-feira deve mostrar uma produção de soja estimada em 103,4 milhões de toneladas, menor que a safra anterior, e uma produção de milho estimada em 365,2 milhões de toneladas, cerca de 20 milhões a mais que a safra do ano passado.

O USDA também deve destacar a produção da soja da Argentina e a produção do milho safrinha no Brasil na safra 2015/2016. Nas duas situações, as condições climáticas prejudicaram a qualidade do produto, portanto a projeção deve apontar redução no volume produzido.

Daniele Siqueira também afirma que, que além dos números do USDA, o cenário político conturbado deve interferir nos preços dos grãos, por isso o produtor deve esperar para vender.

Larissa Pansani | São PauloCanal Rural

Fonte:Canal Rural

Compartilhe!