O relator, ministro Teori Zavascki, votou pelo reconhecimento da repercussão geral, com reafirmação da jurisprudência sobre a matéria.

Compartilhe!